A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
Clique em uma letra para ver a lista das condições que iniciam com a respectiva letra.
Clique em “Índice da biblioteca” para voltar para a lista de todos os tópicos.

Tratamento da incontinência urinária da mulher: mudanças de estilo de vida e exercícios de Kegel

Image of women

A escolha do melhor tratamento para você dependerá do tipo de incontinência urinária que você tem. Os seus sintomas, a sua idade e a existência de outras doenças relacionadas também interferem no seu tratamento.

Como as mudanças no estilo de vida podem ajudar

  • Parar de fumar. O hábito de fumar pode levar a uma tosse crônica que força os músculos do assoalho pélvico. O cigarro também pode prejudicar a bexiga e a uretra. 

  • Perder peso. O excesso de peso provoca uma pressão extra sobre os músculos do assoalho pélvico. Praticar exercícios e alimentar-se corretamente pode ajudar você a perder peso. A perda de peso também pode fazer com que outros tratamentos funcionem melhor.

  • Fazer algumas mudanças na dieta. Alguns alimentos podem fazer com que você precise urinar mais, portanto, seria melhor evitá-los. Entre eles incluem-se as bebidas contendo cafeína e as bebidas alcoólicas. Pergunte ao seu médico se essas ou outras mudanças dietéticas podem ser úteis a você.

Como os exercícios de Kegel podem ajudar

Os exercícios de Kegel consistem na contração e descontração dos músculos do assoalho pélvico, o que ajuda a fortalecê-los. Os músculos do assoalho pélvico, por sua vez, ajudam a segurar a bexiga e a uretra no lugar e também ajudam a manter a uretra fechada. Quando os músculos do assoalho pélvico estão enfraquecidos, eles podem deixar escapar urina. Para fortalecer esta musculatura, pratique os exercícios de Kegel diariamente. Em poucos meses, esses músculos ficarão mais firmes e fortes. Isto pode ajudar a evitar perdas urinárias involuntárias.

© 2000-2021 The StayWell Company, LLC. Todos os direitos reservados. Estas informações não pretendem substituir cuidados médicos profissionais. Siga sempre as instruções do seu profissional da área de saúde.